22/01/2018


E eu aqui
Pensando em nós
Presa as possibilidades...

Como se possivel fosse
tatear um sonho que se foi
uma dança que nunca existiu
o acorde que nunca tocou
a vontade de juntar meus lábios com os seus

Como se possivel fosse 
medir os meses em vontade
Tanto tempo entre esse beijo que não foi
Tanto tempo que mesmo a eternidade seria pouco pro nosso abraço

Como se possível fosse
contar os anos num olhar
parar o tempo e te tocar
deslizar dimensões e te alcançar

Como se fosse o bastante 
te encontrar
te tocar 
e depois te deixar ir...

15/11/2017

Anjo sem asas

Eu tinha que te esquecer
porque tanto sentimento 
me engolia
esquecera de mim
e deixava de existir 
por sua causa
abandonara meu viver
por seu viver
e meu viver, sendo o teu
tornara-se o prelúdio da morte 
da angustia do não ser

Eu tinha que ir embora
pois restava pouco de mim
o seu amor tomara toda a minha coragem
o seu abraço estrangulara meu sorriso
era um ser pálido, benevolente
até minha maldade você matou

Eu tive que sair correndo 
pois a covardia era a minha força
era a única esperança
meu ser covarde fugiu de você 
e me apeguei a distancia, ao silêncio
a inquietude da solidão
pra poder voltar a existir

Hoje, sou egoísta, covarde, livre e  sozinho
saudoso das correntes deliciosas 
que seu amor criou um dia para mim

Não posso
não sei existir e amar ao mesmo tempo
pois se eu te amar, me fundo em ti 
e deixo de ser quem eu sou
sim...eu não sei quem eu sou
mas prefiro a ignorância 
à sabedoria de estar preso a ti

Tenho asas mas me arrasto
na saudade de voar contigo
sob as estrelas
sobre carros
cruzar pontes e rodovias
sem temer a escuridão
em que me fundo agora

Eu existo, 
sou pequeno
e não amo 
triste ?
melhor assim...

31/08/2017

Profecia


eu vou pensar em você
até que você se torne 
o meu próximo esquecimento

eu vou pensar em você
enquanto você é saudade

vou chorar pela decepção do que não foi
até encontrar 
o que acho que deveria ter sido

vou lembrar das palavras suas
enquanto seu fantasma viver em meus dias

vou cantarolar as músicas 
que você dedilhou no violão
enquanto outras músicas não tomam conta da sala

vou me distanciar de tanto sentimento aos poucos
pois não consigo largar disso tudo de pronto
e você sem querer tomou conta de meu mundo

16/11/2016

17/04/2016

Agosto


É Agosto
E há gosto
De você
Em mim

É Agosto
E eu gosto
De você assim

É Agosto
E haja gosto
Pra você em mim

É Agosto
Se arrasta no meu rosto
Nem se afasta e estás posto
No meu colo enfim

É Agosto
Quem sabe
Quem dera
És pálida quimera
Pra Setembro, sem fim

Espetáculo

Ah...meus papéis
destaques de minha alma
poucas ocupações
a cada hora que vivo

Alegre-triste
Senil - lúcida
Amiga-mulher fêmea

Co-participações
pepel principal
figurantes que se espalham
pelos momentos da aurora

Saudosa - Futurista
Calma - Esfuziante
Lenta - Fugaz

Sou menina
sou aquela que não veio
Sou má
Sou a outra, esquecida

Não importa a maquiagem
o figurino
o roteiro
a imagem

O que vale é o palco
e a platéia, que assiste atônita
ao desenrolar do mais novo espetáculo
O Ser que vive o Agora
E o agora é a Vida

10/05/2015

Estrelas do Vale



Cada alma, uma vela
Cada chama, uma janela
Cada cortina que se abre
traz consigo um novo olhar
um novo jeio de caminhar

Enquanto isso, nós que aqui estamos
juntos olhamos o mesmo céu
onde cada estrela teima em brilhar

Oh estrela, desce do céu
abre as janelas de cada alma
mostre nos que existimos em cada chama
em cada água
em todo olhar

Porque somos tudo 
porque o Todo está em nós
e nossas almas se curvam 
meninas
crianças
num eterno fascinar