17/07/2014

Boa Noite


Ela enlouqueceu
Pensou que amava
Que encontrara o homem de sua vida
Ele lhe dizia boa noite todos os dias
e contava sobre o que acontecia lá fora
vestia sempre um terno impecável
Moço bonito, educado, de família
Dava pra notar

E ela só sabia o que era amar
Pelo ato de dizer boa noite
Ao homem de terno azul
Que lhe cumprimentava diariamente
Logo depois do jornal nacional

Nenhum comentário: